domingo, 12 de maio de 2013

Mini Fic - Half Of My Heart parte.2


Kevin:Como você está se sentindo¿
Joe:Normal-colocando a gravata-
Kevin:Não está nervoso ou ansioso¿
Joe:E por que eu estaria¿
Kevin:Porque você vai se casar hoje
Joe:Coloque uma coisa na sua cabeça Kevin eu não...
Kevin:Não termine essa frase
Joe:Eu....
Kevin:Você vai se arrepender
Joe:Eu não amo aquela garota
Kevin:Você é tão idiota
Joe:Como é que é¿
Kevin:Se você quisesse você já teria conseguido acabar com esse casamento.Você diz que nunca acreditou que duas pessoas pudessem se apaixonar na primeira vez que se vissem mas depois que conheceu a Demi passou a acreditar que isso é possível.
Joe:Demi¿Já estão íntimos assim¿
Kevin:-ri-Ouviu o que você disse¿Você está sentindo ciúmes-sorri-até quando vai negar que ama aquela garota¿
Paul:Joe-sorrindo-está na hora
Joe:-Suspira-E que comece o pesadelo

Joe sabia que estava perdidamente apaixonado por aquela garota,ele soube disso no momento em que sua mente começou a contar os dias para aquele casamento mas é obvio que não ia admitir isso para o seu irmão,não ia deixar que ele saísse se vangloriando.
A tradicional marcha nupcial ecoou pela igreja e todos ali presente se levantaram e automaticamente virarem-se para porta,Joe já não prestava mais atenção nas besteiras que seu irmão dizia pois seus olhos estavam vidrados na garota que agora adentrava na igreja.Ela usava um lindo vestido tomara que caia na tradicional cor branca.Em mãos ela trazia um delicado buque de flores brancas.A cabeça ereta e nos lábios um sorriso tímido e sincero.
Joe tentava segurar o sorriso gigante que tentava se instalar em seus lábios e teve que se controlar para não dizer um “Eu te amo” quando Demi segurou em suas mãos para subir os pequenos três degraus que a levariam até o altar.
Joe não prestou atenção em nenhuma das palavras do padre tudo que ele sabia fazer era olhar para Demi e pensar no quanto deveria agradecer ao seu pai por estar colocando em suas mãos uma jóia tão preciosa com aquela.
Ele não sabia o porque mas quando voltou a si a primeira coisa que ouviu foi o padre falar a tradicional e tão esperada frase “pode beijar a noiva”.Ele ficou nervoso afinal aquilo era apenas um casamento de aparências,tudo bem que ele já havia assumido para si que estava amando aquela garota mas com toda certeza do universo ela não deveria sentir o mesmo por ele.
Todos na igreja esperavam alguma reação dele afinal a frase era totalmente dirigida a ele.Joe iria beijar Demi já que se depois ela cobrasse uma explicação ele teria o argumento de que todos esperavam que aquele beijo acontecesse.
Ele segurou seu rosto entre suas mão de forma delicada,inclinou-se lentamente em direção a garota até que seus lábios se tocassem.Naquele momento mágico Joe teve a breve sensação de que faria um cover da katy Perry no clipe firework pois  sentia que a qualquer momento fogos de artifício saltariam por seu peito denunciado o quando ele já estava ligado a Demi.
Quando as palmas já  haviam cessado Demi separou seus lábios e involuntariamente Joe gemeu em forma de protesto.Ele pegou sua mão e os dois caminharam em direção a saída da igreja onde alguns convidados empolgados os receberam com uma chuva de arroz.
Enquanto os convidados iam para a festa que aconteceria após a cerimônia de casamento Joe e Demi iriam para o aeroporto pegar o avião com destino a Paris.Na hora que seus pais anunciaram o presente de casamento ele quase pulou no pescoço de seu pai mas agora essa viagem parecia tudo que ele precisava para fazer com que Demi o amasse .
Quando chegaram no hotel Joe agradeceu mentalmente seu pai por alugar um quarto de hotel com vista direta para  torre eiffel          

Demi:Eu sempre imaginei passar a minha lua de mel em Paris.Eu e o homem que eu tivesse escolhido seriamos dois apaixonados assumidos,nós iríamos a  torre Eiffel e ele me beijaria diante da vista maravilhosa
Joe:Mas agora você está aqui comigo e mesmo que você não tenha me escolhido nós estamos em Paris e a  torre Eiffel está ao nosso alcance.     
Demi:Isso foi um convite¿
Joe:-da de ombros-Talvez
Demi:Nós acabamos de chegar e está ficando tarde
Joe:Isso não me impede de ser feliz-estende a mão para Demi-impede você¿

Demi:Céus a vista daqui é linda
Joe:Valeu a pena ou não¿
Demi:Claro que sim só que se nós formos assaltados a culpa vai ser sua
Joe:Uma pequena conseqüência pra ter Paris aos nossos pés
Demi:-suspira-eu posso te fazer uma pergunta¿
Joe:-sorri-claro que sim
Demi:-encostando-se  na grade de proteção-Por que você me beijou hoje na igreja¿
Joe:-nervoso-Porque todos esperavam que fizesse tal gesto afinal para o resto da sociedade somos um jovem casal apaixonado-suspira- o seu sonho era ser beijado aqui não¿
Demi:-da de ombros-era
Joe:-abraçando-a por trás-eu sei que não o homem que você ama e que está casada comigo por obrigação mas-suspira-eu ainda posso realizar parte do seu sonho
Demi:Como assim-vira-se para ele-
Joe:-beija Demi-a parte do sonho em que você é beijada na torre eiffel 
Demi:Acho melhor  nós voltarmos para o Hotel
Joe:-suspira-tudo bem

Joe:Desculpa por aquilo é que-suspira-não sei
Demi:ta tudo bem só....esquece e por favor não faça outra vez
Joe:Nós estamos casados Demi
Demi:Mas é um casamento de aparência não é¿
Joe:Nós estamos presos um ao outro Demi e eu não estou dizendo que isso é algo ruim porque pelo menos pra mim esse casamento se tornou algo bom,muito bom-abraça Demi-e eu penso que já que estamos casados-beija o pescoço dela-deveríamos agir como um casal-beija ela-de todos as maneiras-beija seu pescoço-você não acha¿
Demi:uhum
Joe:-sorri-E que tal começarmos agora com a nossa tão esperada noite de núpcias
Demi:Acho que concordo com você
Joe:-sorri-que bom-beija Demi-

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Mini Fic - Half Of My Heart parte.1


Kevin:Ânimo cara você vai se casar
Joe:ÊÊÊ-fingindo animação-
Kevin:Não é tão ruim assim
Joe:É fácil falar quando não é você que está sendo obrigado a se casar com alguém que você nem conhece
Kevin:Eu sei que deve star sendo difícil pra você mas tenta entender o lado dos nossos pais
Joe:Nós estamos no século 21 Nick e ele quer me obrigar a casar com uma garota só por negócios¿Me desculpa mas eu não consigo entender
Kevin:Não precisa ficar tão irritado já que você não tem o que perder com esse casamento
Joe:Não tenho Nick¿E deixar de me casar com a mulher que eu amo é o que¿É ganhar¿
Kevin:Aquela garota não te ama Joe ela só está te usando
Joe:Não fale assim da Anne
Kevin:Olha esquece isso você vai se casar com a garota que nosso pai escolheu e ponto final
Paul:Ainda bem que vocês estão aqui meus filhos-sorrindo-
Joe:Qual o segundo passo para acabar com aminha vida¿
Denise:Não fale assim com seu pai Joe
Joe:Então eu vou fazer o que¿Agradecer por ele estar deixando meus sonhos em ruínas¿
Paul:-ignorando Joe-Eu tenho uma surpresa pra você meu filho-sorri-pode entrar Demetria
Demi:-tímida-Oi
Paul:Essa será a sua futura esposa-sorrindo-
Joe:-reivira os olhos-isso é mesmo necessário¿
Paul:Você não estava reclamando que ia se casar com uma pessoa estranha¿Agora aproveita para se conhecerem melhor-sai acompanhado dos outros-
Demi:Desculpe por ter vindo
Joe:Eu que peço desculpas você também está fazendo isso por obrigação
Demi:E eu ainda não entendi o por que de estar fazendo isso
Joe:Eu entendi mas preferia fingir que não
Demi:Então você pode me explicar¿
Joe:Negócios
Demi:Isso eu sei-ri-eu não entendi o por que os negócios precisam de um casamento
Joe:Porque na cabeça dos nossos pais a sociedade só vai encarar essa sociedade entre as empresas de uma forma positiva se as famílias tiverem algum laço-suspira-e aqui estamos nós fazendo esses laço
Demi:Nós estamos no século 21 o pensamentos deles é de um homem das cavernas
Joe:E você acha que eu não tentei explicar isso a ele¿
Demi:-suspira-Eu não posso acreditar que meu pai está fazendo isso comigo
Joe:-suspira-Já que estamos sendo forçados a fazer isso o que você acha de sermos pelo menos amigos¿
Demi:Eu acho bom porque não quero me casar com alguém totalmente estranho mesmo que seja por obrigação
Joe:-estende a mão-Prazer Joseph Jonas
Demi:- cumprimentando ele-Demetria Lovato.Não é estranho o fato de que a segundos atrás eu não sabia seu nome¿
Joe:-ri-como assim meu amor¿Você havia esquecido o meu nome¿
Demi:Me desculpe querido é o efeito da tequila de ontem a noite-ri-
Joe:-gargalha-temos algo em comum
Demi:-rindo-O que¿
Joe:Somos os dois totalmente idiotas
Jemi:-gargalham
Demi:Você tem razão
Joe:Bom já não somos assim tão estranhos
Demi:Como não¿Vamos nos casar e eu nem sei a sua idade
Joe:23 anos e você¿
Demi:20 anos
Joe:Não acredito que vou casar com uma criança-ri-
Demi:A diferença nem é tão grande senhor idoso
Joe:Como¿repete que eu não escutei-ri-
Demi:-rindo-sem graça
Joe:Então por que você está rindo¿
Demi:Porque foi idiota
Joe:Tudo bem eu sou um homem sério e não vou mais fazer piadas
Demi:Você um homem sério que não faz piadas¿-rindo-contou uma piada quando disse que era um homem-gargalha-
Joe:Agora você feriu meus sentimentos-finge que chora-
Demi:Own meu homem sério,vem cá vem-abraçado Joe-
Joe:-aconchega sua cabeça na curva do pescoço da Demi-hum.... seu perfume é bom
Demi:-cheira o pescoço dele-o seu também
Joe:-aproximando-se dela-Eu acho que....
Kevin:E então pombinhos apaixonados como vocês estão¿
Joe:-se afastando-huhum...bem¿
Kevin:-ri-Demi...Demmetria o seu pais está te esperando
Demi:-sorri-Pode me chamar de Demi
Joe:E eu também posso ou é só um privilégio do Kevin¿
Demi:É claro que pode Joeseph que pergunta idiota
Joe:Sendo assim então você pode me chamar de Joe-sorri-
Demi:Então até o casamento Joe-abraçando Joe-
Joe:-suspira e sussurra no ouvido dela-Seu perfume é muito bom,acho que vou ficar viciado-sorri-
Demi:-sussurrando-digo o mesmo sobre você...quer dizer...sobre o seu perfume-cora-
Joe:-Separando o abraço-Até o casamento noiva-sorri-
Demi:Tchau-sai-
Kevin:Sabe o que eu acho¿
Joe:Lá vem você e suas idiotices
Kevin:Eu acho que você e essa garota já gostam um do outro
Joe:Você deve estar ficado louco
Kevin:Chego aqui e vocês estão quase se beijando e agora dão um abraço demorado e ficam cheio de sussurros um para o outro
Joe:Fique você aí com suas ilusões e me deixe em paz

Ele podia não gostar dela mas aquele perfume ainda estava no ar,o sorriso dela era uma lembrança que ofuscava o brilho do sol e como um estalo de dedos aquele casamento já não parecia assim tão errado.